download theme

Bonus for new user http://bet365.artbetting.gr 100% bonus by bet365.

bet365.artbetting.co.uk

Últimas notícias:
A+ A A-

Petrobras anuncia nova redução nos preços de combustíveis

A Petrobras anunciou nesta terça-feira, 8, nova queda no preço dos combustíveis. A estatal reduziu o preço do diesel nas refinarias em 10,4% e da gasolina em 3,1%. De acordo com a companhia, se o ajuste fosse integralmente repassado ao consumidor final,

 o diesel poderia cair 6,6% ou cerca de R$ 0,20 por litro, enquanto a gasolina cairia 1,3% ou R$ 0,05 por litro.


Contudo, o repasse integral às bombas é impraticável. É o que explica o consultor na área de combustíveis e energia, Bruno Iughetti. "Na gasolina, se houver queda no preço do etanol, a redução pode ser maior. Obviamente, esse reajuste não é repassado no total, mas chega ao consumidor sim", explica.

Em nota à imprensa, a Petrobras explicou a maior queda no preço do diesel que da gasolina. A menor participação da companhia nas vendas ao mercado interno impacta a utilização dos ativos, especialmente no refino, nos estoques e fluxos de importação e exportação.
A estatal prevê a revisão dos preços cobrados nas refinarias pelo menos uma vez por mês. O objetivo da empresa é implementar uma política de preços competitivos que reflita os movimentos do mercado internacional de petróleo em períodos mais curtos.

A iniciativa já pode ser percebida neste segundo reajuste em menos de um mês. No último dia 14 de outubro, a companhia havia comunicado a redução do preço do diesel em 2,7% e da gasolina, em 3,2%.

"A redução faz parte da nova política para o alinhamento de preços no País de acordo com o mercado internacional. Agora, o petróleo está em baixa no exterior. Temos que assimilar uma futura reversão no quadro, quando o preço voltar a subir", sugere Bruno Iughetti. O consultor elogia ainda a política de gerenciamento de preços. "Demonstra comprometimento e transparência da Petrobras", arremata.

Procurado pelo O POVO, o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado (Sindipostos) disse que não iria se manifestar sobre o assunto.

Segunda redução em menos de um mês

Na primeira semana após a primeira revisão dos preços pela Petrobras (entre 14 e 21 de outubro), a gasolina subiu em 11 estados e no Distrito Federal. Após a decisão, as cotações do derivado só cederam em 14 estados, entre eles o Ceará.

Na ocasião, o presidente da Petrobras, Pedro Parente, disse ter sido "decepcionante" o preço da gasolina ter subido mesmo com a redução de 3,2% nas refinarias. A diminuição do preço do combustível no mês passado foi a primeira desde 2009.

O efeito reverso na possível redução do preço pode ser explicado pela alta nos impostos para revendedores. No Ceará, os tributos cobrados pela Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz), aumentaram o valor cobrado por litro entre R$ 0,04 e R$ 0,06.

Fonte: O Povo

Avalie este item
(0 votos)
voltar ao topo