download theme

Bonus for new user http://bet365.artbetting.gr 100% bonus by bet365.

bet365.artbetting.co.uk

Últimas notícias:
A+ A A-

Casas de Vila na Aldeota são demolidas; moradores protestam

Oito casas da Vila Estância Vicentina, localizada no quadrilátero entre a avenida Antônio Sales e as ruas João Brígido, Tibúrcio Cavalcante e Nunes Valente, estão sendo demolidas na tarde desta sexta-feira, 28, por determinação judicial. Moradores do local, que formaram grupo de resistência, relatam violência e reivindicam a regulamentação da área como Zona Especial de Interesse Social (Zeis). 

A disputa envolvendo a Vila Estância Vicentina foi divulgada pelo O POVO Online, na última quinta-feira, 20. Hoje, oficiais de justiça e Polícia Militar chegaram ao local para cumprir mandado de reintegração de posse, expedido pela 27ª Vara Cível. "Liberaram sem saber que existiam moradores, já chegaram demolindo. Estão quebrando casas e não deixam a gente gravar vídeo", relata um dos moradores, identificado como Antonio Freitas, 23.

O jornalista e ator Ari Areia, que tentava filmar a movimentação, foi detido pela Polícia Militar por desacato à autoridade.

Segundo o oficial de Justiça Vicente Nepomuceno, a operação de demolição foi inciada às 9 horas, em casas desocupadas. "A ordem foi expedida por volta das 17 horas de ontem (quinta-feira, 27). O pessoal fez confusão, mas não tinha nenhuma ocupada", disse.

Pelo menos dez casas já haviam, sido demolidas, às 14h27min, ainda conforme o oficial de Justiça.

Prisão

A presidente do Sindicato dos Jornalistas no Ceará (Sindjorce), Samira Castro, denuncia que Ari está há quase quatro horas dentro de viaturas policiais. "Trocaram ele de viatura várias vezes. O oficial que deu a voz de prisão só vai liberá-lo para uma delegacia quando terminar a demolição".

Samira também afirma que a viatura policial chegou a dar a volta no quarteirão da Vila Estância Vicentina, mas o carro com o jornalista depois foi estacionado próximo ao local.

Mais cedo, os manifestantes haviam repassarado que Ari estava sendo levado ao 34° Distrito Policial (Farias Brito) devido à greve dos policiais civis. O POVO Online entrou em contato com o delegado titular do 34º, Romério Almeida, mas ele disse que o ator deveria estar sendo encaminhado para o 2° DP, na Aldeota.

Uma inspetora do 2º DP informou, às 15 horas, que ele não estava lá e, no momento, era registrado apenas um flagrante de roubo a moto.
Recurso
O Escritório de Direitos Humanos e Assessoria Jurídica Popular Frei Tito de Alencar entrou com um recurso contra o pedido de reintegração de posse, logo após o início da demolição das casas. "Quando soubemos, viemos conversar com o juiz para reverter essa decisão, mostrar que há inconsistências", explica a advogada Mayara Justa.

Ela afirma que a demolição das casas compromete a estrutura do restante das moradias. "A Defensoria Pública entrou com pedido cautelar porque essa operação está porejudicando as outras unidades", disse.
Mais informações em instantes.

Fonte: O Povo

Avalie este item
(0 votos)
voltar ao topo