download theme

Bonus for new user http://bet365.artbetting.gr 100% bonus by bet365.

bet365.artbetting.co.uk

Últimas notícias:
A+ A A-

OPINIÃO: G4 sempre aberto e Z4 mais fechado no Brasileirão-2015

As portas do G4 prometem ficar abertas por muitas e muitas rodadas.

As portas de saída do Z4 vão ficando cada vez mais difíceis de serem abertas para Goiás, Joinville, Vasco e Coritiba. Se no alto a distância do oitavo ao quarto é de só dois pontos, embaixo, os goianos, primeiros dentro da zona da degola, já veem o Avaí, primeiro fora, a cinco.
A situação é inversa ao do Brasileirão de 2014, quando, na 17 rodada, o G4 tinha menos “convidados” perto da porta e quem estava no buraco tinha maiores perspectivas de respirar. Palmeiras, 17 do ano passado, tinha os mesmos 17 pontos do Criciúma, primeiro na zona - diferença de só dois pontos para o lanterna Vitória. Em cima, o Sport, então 8, já via o Corinthians, 4, a seis pontos – e o líder Cruzeiro a 14 de distância.
A prova do equilíbrio na briga pelas primeiras posições é o salto do Grêmio, o grande vencedor da rodada. Foi o único dos concorrentes ao título/G4 que venceu. O time que abriu o dia em oitavo goleou no Gre-Nal e subiu para terceiro. Que noite!
O Brasileirão-2015 tem sido marcado por bons públicos e, sim, bons jogos. São Paulo e Corinthians fizeram belo clássico no Morumbi. Cruzeiro e Palmeiras, com um tempo para cada e erros imperdoáveis do lado paulista, disputaram outra boa partida em Minas. Todas as rodadas têm proporcionado bons jogos - a próxima terá Galo x Grêmio. O equilíbrio é o que mais explica isso.
As vitórias de Santos, Avaí, Ponte Preta e Cruzeiro já configuram um triste cenário ao vascaíno: o Vasco, a sete pontos da saída do G4, vai virar o turno na zona da degola. Empatar com o Joinville em casa é mais desesperador do que as tantas derrotas para os líderes do torneio.
Tudo que é ruim ainda pode piorar: o próximo jogo é contra um Santos que vem evoluindo, quarta-feira, dentro da Vila Belmiro.
Na “zona morta” da classificação, o Internacional, sem técnico e massacrado pelo maior rival, é a decepção do ano. Tem 21 pontos e com a turma de trás querendo passar...

Fonte: Jornal O Povo

Avalie este item
(0 votos)
voltar ao topo