download theme

Bonus for new user http://bet365.artbetting.gr 100% bonus by bet365.

bet365.artbetting.co.uk

Últimas notícias:
A+ A A-

SAÚDE Roberto Cláudio anuncia concurso para IJF e Frotinhas

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, anunciou que irá fazer concurso para o Instituto Dr. José Frota (IJF) e para os Frotinhas de Messejana, Parangaba e Antônio Bezerra. Segundo o chefe do executivo municipal, o certame irá ofertar 110 vagas para médicos e o edital deve ser lançado no fim de junho.

Além do concurso, o prefeito garantiu ainda que os três Frotinhas serão reformados, com ampliação de leitos, e o início das obras está previsto para outubro. Como medida emergencial, a prefeitura contratou 55 leitos de retaguarda para atendimento pediátrico.
As decisões foram anunciadas em coletiva realizada na tarde desta sexta-feira no IJF. Durante a manhã, o Roberto Cláudio visitou os três Frotinhas, acompanhado de representantes da Federação Nacional dos Médicos (Fenam), do Conselho Regional de Medicina (Cremec) e da Câmara de Vereadores de Fortaleza.
De acordo com o prefeito, a ampliação dos Frotinhas tem como objetivo fortalecer os três hospitais para que também se tornem pontos de atendimento secundário e realizem procedimentos que, hoje, têm alta demanda no IJF, desafogando assim o atendimento neste último.
"Desde o começo do ano, havia por parte da Prefeitura esse esforço para iniciar algum tipo de intervenção nos três Frotinhas. Hoje eles exercem um papel estratégico à saúde de Fortaleza, mas poderiam oferecer um papel muito mais relevante para a nossa rede, inclusive com um influência positiva sobre o IJF", comentou.
Além disso, o concurso público deverá estabilizar no cumprimento das escalas médicas nos quatro hospitais beneficiados. Ainda será definido, junto à Fenam e ao Cremec, quais especialidades serão priorizadas para cada unidade.
"O IJF e os três Frotinhas, em especial, ainda sofrem com contratos com cooperativas, além de contratos precários terceirizados, que não nos garantem a estabilidade de escalas especificamente na área de emergência. É uma luta já antiga da comunidade médica e uma necessidade da nossa rede hospitalar", explica.

Fonte: Diário do Nordeste

Avalie este item
(0 votos)
voltar ao topo