download theme

Bonus for new user http://bet365.artbetting.gr 100% bonus by bet365.

bet365.artbetting.co.uk

Últimas notícias:
A+ A A-

Tensão Mundial - 298 mortos na queda do Boeing 777 na Ucrânia.

A queda do Boeing 777 da Malaysia Airlines na Ucrânia, a 50 km da fronteira com a Rússia, matou 298 e chocou o mundo. Se foi um atentado e de quem foi a autoria, a investigação sobre o caso terá respostaa com maior precisão. Mas há outro fato concreto: a tragédia aumenta a tensão mundial, por enquanto, entre a Rússia e a Ucrânia, já que a queda aconteceu em território de disputa geopolítica entre os dois países. Com o detalhe que os Estados Unidos estão se pronunciando sobre o caso.
“Há um conflito que envolve ações armadas. A princípio, dá pra imaginar a possibilidade de ambos os lados. Não é uma situação muito clara”, analisa o professor de relações internacionais da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Oliver Stuenkel.

A quem interessaria?
O pesquisador do Observatório da Nacionalidade, ligada a Universidade Estadual do Ceará (UECE), Sued Lima, analisou quatro interessados e suas possibilidades, no caso de o avião ter sido abatido.
Para ele, a Rússia tem poder bélico para derrubar a aeronave, mas apesar da tensão com a Ucrânia, não seria uma estratégia tática adequada para resolver a crise. Só traria mais problemas.
Os rebeldes pró-Rússia que vivem no leste da Ucrânia, mesmo que tivessem interesse, provavelmente não teriam míssil com esse alcance (10 km de altura) e esse poder de destruição.
A Ucrânia tem capacidade para realizar a queda, mas um dos únicos interesses seria atribuir o ataque à Rússia para comprometê-la. Assim, teria o apoio internacional. Conforme o especialista em questões estratégicas, isso seria muito arriscado.
Por último, Sued levanta a hipótese de que um serviço secreto de um quarto ator, não diretamente atuante nem ligado a Ucrânia ou à Rússia, teriam feito a derrubada.
“Há vários acontecimentos na história do mundo, no qual o fato aparentemente simples tem outro fator totalmente diferente por trás”. Para ele, o fato ampliaria a crise e enfraqueceria a Rússia em diversos aspectos.
O pesquisador deixa claro que são apenas especulações que, embora possível, só podem ser afirmadas após rigorosa apuração dos fatos. (com Folhapress)
Saiba mais
Parecia um bombardeio
Segundo testemunhas, após o acidente, o cenário é devastador. Parte das vítimas continuava presa às cadeiras ou à fuselagem.
Muitos corpos estavam nus, porque as roupas se desfizeram na queda. Moradores disseram à rede de televisão CNN que “o avião explodiu no ar e choveram pedaços do próprio avião e dos passageiros”.
Segundo relato da jornalista Sabrina Tavernise ao “New York Times”, alguns corpos continuavam intactos.

Fonte: O Povo

Última modificação em
Avalie este item
(0 votos)
voltar ao topo